PUBLICIDADE

Topo

Histórico

Categorias

"Adotei pixie cut e amei, mas agora lido com mais opiniões preconceituosas"

Universa

20/06/2020 04h00

Jennifer Elisa de Oliveira Virginio

Hoje eu cedo meu espaço nesta coluna para convidar a Jennifer Elisa de Oliveira Virginio, mulher negra, 22 anos, estudante de publicidade e propaganda e criadora de conteúdo digital para falar sobre o quanto um corte de cabelo mudou sua vida.

*

Sou muito ligada ao mundo artístico e da moda, mas o mundo da beleza sempre teve minha atenção, em especial o que está relacionado à beleza negra, justamente por acreditar na autenticidade e liberdade de ser quem somos sem rotulagem e imposições. Para mim, a beleza negra retrata isso de maneira empoderada e singular.

Meus conteúdos nas redes sociais abordam minhas vivências e visão de mundo enquanto mulher negra. Gosto sempre de destacar que existe beleza em nós, independentemente do que nos foi ou é imposto. É importante que você entenda e mantenha sua essência e suas preferências mesmo que um padrão force em sentido contrário.

Veja também

Sempre tive cabelo longo, mesmo na transição capilar. Fiz de tudo para manter o comprimento até que ele ficasse natural por completo. Mas, recentemente, me desapeguei totalmente do tamanho de cabelo e apostei no pixie cut.

Me surpreendi com o tanto que amei, não me imagino mais com o cabelo como o de antes! Parece que nasci com o cabelo assim do tamanho que está.

Mas obviamente, tive que enfrentrar e ainda enfrento comentários preconceituosos baseados no meu corte de cabelo, como: "Você era mais bonita com o cabelo grande" ; "Vai deixar crescer, né?"; "Pensei que você estava doente e precisou cortar"; "Decidiu sair do armário?"; "Você ficou masculinizada com esse corte".20

É inacreditável que ainda existe gente tão ignorante a ponto de definir sua sexualidade, feminilidade e até estado de saúde por um corte de cabelo

No começo quando eu recebia esses comentários, eu ficava sem reação, porque eu não imaginava que as pessoas teriam coragem de chegar em mim e falar isso descaradamente. Mas sempre mantive minha essência, entendendo que a minha opinião sobre quem eu sou para mim é o que realmente importa.

Nunca um corte de cabelo será capaz de me definir como um todo, até porque nós mulheres somos muito mais do que comentários e imposições que querem ditar. Seja como for, a real beleza é a beleza que existe em você.

Sobre a autora

Com 23 anos, Sah é formada em Marketing na Universidade UBC e em Comércio Exterior pelo IFSP. Suzanense (SP), de família simples, conquista o público com sua simpatia, buscando sempre atender atenciosamente quem a acompanha.

Sobre o blog

Dicas de cuidados com o cabelo crespo e de beleza negra. Aqui você vai aprender técnicas para deixar os seus cachos ainda mais bonitos e vai entender melhor como lidar com o seu tipo de cabelo.

Blog da Sah Oliveira